quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Motorola planeja lançar rival do iPad

Para competir com Apple, companhia trabalha com Verizon em aparelho que permitirá ver TV
Kenneth Li e Paul Taylor

A Motorola está desenvolvendo um "tablet" - um computador em forma de prancheta - no qual os usuários poderão assistir televisão, numa tentativa da companhia americana de telefonia de ingressar em um mercado dominado pelo popular iPad, da Apple. O aparelho - que terá uma tela de 10 polegadas e vai funcionar com base no sistema Android, do Google - poderá ser lançado nos Estados Unidos no início do quarto trimestre.
Espera-se uma ligação estreita do aparelho com o serviço pago de TV digital FiOS, da Verizon, segundo pessoas que tiveram acesso aos planos. A Motorola fabrica os conversores de TV usados para receber o serviço FiOS.

O mercado de "tablets" é visto como a próxima grande batalha na guerra dos dispositivos móveis, que tem colocado a Microsoft, o Google e a Research in Motion (criadora do BlackBerry), além de uma grande quantidade de fabricantes de aparelhos, contra a Apple.

A integração do "tablet" da Motorola com a TV é uma vantagem competitiva essencial frente aos desenvolvedores rivais. Meses antes do lançamento do iPad, neste ano, a Apple falhou em convencer as programadoras de televisão a reduzir os preços de venda dos programas de TV ou vender um pacote com os programas de maior audiência. As propostas foram vistas como uma maneira de enfraquecer os modelos tradicionais de TV paga. Ao trabalhar com a Verizon, que detém 25% do mercado de TV nos Estados Unidos e 29% dos clientes de banda larga, a Motorola não será vista como se estivesse violando o lucrativo negócio da TV por assinatura. Como a enxurrada de "tablets" que está para chegar ao mercado, o aparelho da Motorola tem como alvos os pontos fracos do iPad. O novo equipamento estará preparado para o Adobe Flash, o software que serve de base para 90% dos vídeos na web. A Apple apoia outro padrão, o HTML 5, no iPhone e no iPad.

A expectativa é de que o aparelho da Motorola seja mais fino e mais leve que o iPad. Também se espera que o dispositivo permita aos usuários compartilhar sua conexão de dados sem fio com outros aparelhos próximos. O equipamento terá duas câmeras. A Motorola e o Google não quiseram comentar o assunto. Os executivos da Verizon Wireless não estavam disponíveis para falar sobre o caso.

Fonte Página Caderno
Valor Econômico 2 B

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget